quinta-feira, 12 de abril de 2018

Bezerros-PE: SOLDADO J. NETO QUE ESTAVA DE FOLGA E A ROCAM DE BEZERROS PRENDERAM UM TRAFICANTE COM UM QUILO E MEIO DE MACONHA E UMA ESPINGARDA USADA POR ELE PARA MATAR UM DESAFETO


                                         "Vitinho" foi morto com um tiro de grosso calibre na face.

Na última sexta feira, por volta da 00:00 hora, ocorreu um homicídio no Auto da Estrela ,próximo a passagem molhada em Bezerros, a vítima tratava-se de “Victor Guilherme da Silva”,vulgo ”Vitinho”, de 17 anos, que era envolvido com tráfico de drogas e foi alvejado por um disparo de arma de fogo de grosso calibre na região da face, vindo a falecer no local. De posse de tais informações, o soldado J. Neto que estava de folga, juntamente com os soldados Mendonça, Tulio Pinto, Leandro, Valdemir Santos e Taylline da ROCAM e de uma guarnição ordinária de Bezerros, deram início a uma minuciosa investigação, que na noite desta segunda-feira (19) os levou a pessoa de “Ednaldo José da Silva”,vulgo “Nado” que teria sido o responsável por tal homicídio.



Os policiais chegaram até ele através de informações da Polícia Civil de Bezerros e levantamento do soldado J. Neto,nisso o policiamento se dirigiu até a residência do “Nado”, que havia acabado de chegar em casa com drogas. Com a chegada do efetivo, o imputado tentou se desfazer de meio quilo de maconha, sem êxito pois foi alcançado e detido ainda dentro de sua residência. As informações davam conta de que a arma utilizada no homicídio estaria escondida na casa de um senhor Edgar Francisco Tenório, que teria guardado a espingarda calibre 12 a pedido do “Nado”, que ao ser identificado e encontrado em sua residência, Edgar informou que estava com a espingarda e que guardou a pedido do “Nado”. Em sua residência foi encontrada a espingarda com dois cartuchos intactos.

Nado ainda informou que matou o “Vitinho” devido um furto efetuado por ele no período do carnaval, onde foi levado dinheiro e um aparelho celular que pertencia ao imputado, ele ainda relatou que no Sítio Boqueirão havia mais um quilo de maconha enterrada. Os policiais se deslocaram até lá onde foi constatada a veracidade das informações prestadas pelo imputado. Foi encontrado mais um quilo de maconha e um indivíduo, o Adeildo Pedro Laurentino, que segundo “Nado”, estaria guardando a droga em sua propriedade. Com a apreensão da droga, da espingarda e a confissão do “Nado”, os PMs conduziram todos a DP onde foi lavrado o procedimento contra tais indivíduos.

FONTE: BLOG DO ADIELSON GALVÃO

Nenhum comentário: